quinta-feira, 21 de abril de 2011

Controlando nossas ansiedades


“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus” (Filipenses 4: 6-7)

Versículo 6: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.

1° Não andeis ansiosos por coisa alguma.
Nesse versículo o apóstolo Paulo nos exorta a entregar nossas ansiedades e inquietações ao senhor! E como fazemos isso? Como é difícil lançar sobre o Senhor nossas ansiedades! Muitas vezes, vivemos inquietos, atribulados, ansiosos pelo amanhã, pelos nossos projetos e sonhos! Em Mateus 6:25-34 o Senhor nos mostra Seu zelo para com as ervas do campo e para com as aves e nos lembra que muito mais importantes que elas somos nós: coroa da criação! E porque isso ocorre com tanta facilidade? Porque somos humanos! Estamos limitados a visão material, por um momento nos esquecemos que o Senhor é quem nos supre em todas as áreas de nossas vidas. Assim, como Cristãos que somos, não devemos permitir que nossos sentimentos e fragilidade humanos se sobreponham a fé em nosso Redentor, o Deus que nos lavou do pecado e nos garante vida eterna, também não irá prover o que humanamente precisamos? NÃO ANDEMOS ANSIOSOS POR COISA ALGUMA!

 Versículo 6: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.

2° Apresentando a Deus nossas necessidades.
 Através de nosso contato com Deus que é a oração! E Porque orar? Por que é mediante a oração que renovamos nossa confiança na fidelidade do Senhor, afinal Ele tem cuidado de nós! A oração do crente, é um momento especial onde há de fato um diálogo, onde o Senhor ouve e também responde através do conforto, renovo e nos faz recordar que Ele vive e zela por nós....então qual o motivo de nossas preocupações, se através de nossas orações Aquele que nos sonda e nos conhece responde e intervém a nosso favor! Precisamos em vez de usarmos paleativos como reclamar e lamentar, usar o remédio de alívio imediato e ação comprovada que é a nossa ORAÇÃO, como nos exorta o Apóstolo Paulo. Como anda nossa vida de oração? As vezes nos envolvemos tanto em diversos trabalhos na igreja, nos dedicamos a  cuidar da casa, dos filhos e a comodidade que nosso corpo almeja nos vence e acabamos relaxando.............. e aí é onde mora o problema, crente que não ora, não tem vitória! Crente que não ora, não tem intimidade com o Senhor, crente que não fala com Deus não pode querer resposta!
O Senhor Jesus ensinou aos apóstolos a orarem, a buscarem a face do Pai, o apóstolo exorta-nos em 1 Ts. 5:17 a orarmos sem cessar! Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41).

“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque aquele que pede recebe; e o que busca encontra; e, ao que bate, se abre.” Mateus 7.7





Versículo 7: “E a paz de Deus que excede todo entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”.

  A Paz de Deus.
Como já comentamos, é de fundamental importância na vida do Cristão um relacionamento íntimo e sincero com o Senhor através da oração e como também sabemos Ele ouve e responde! Isso como humanos já nos deixa muito satisfeitos, saber que falamos com um Deus que nos ouve e age a nosso favor!!! Mas como tudo que o Senhor faz, faz infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos.... ainda temos como fruto da oração receber da parte de Deus Sua Paz a qual excede todo entendimento e guardará nossos corações e nossas mentes em Cristo Jesus!
Desfrutar da Paz do Senhor, é descansarmos nele em meio a tribulação, é confiarmos e termos a certeza que não precisamos turvar nosso coração, porque há um Deus que vive, zela e cuida de nossas vidas.
 Então lembremos incessantemente da necessidade de uma vida de oração ao Senhor, e pratiquemos a exortação do apóstolo, pois assim desfrutaremos das bênçãos do Senhor de forma plena! Não pelo que Ele faz e pode fazer, mas por tudo aquilo que Ele é!!!
Que Deus nos abençoe!

 Suzana Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário